Print by: Edlena Barros

O Comité Local de Aprovação (CLAP) aprovou aprovou nesta sexta feira, 20 de junho,, um novo projeto denominado “Melhoria da conservação da biodiversidade e da gestão sustentável da terra e dos recursos naturais”. O Projecto é financiado pelo Fundo para Ambiente Global, GEF e pelo PNUD, tutelado e implementado pelo Ministério de Obras Públicas, Infraestruturas, Recursos Naturais e Ambiente e pela ONG Birdlife International.

Com um orçamento total de 4,2 milhões de USD, o projeto será implementado ao longo dos próximos 5 anos.                                                                                                                

A rica biodiversidade terrestre e os ecossistemas florestais de São Tomé e Príncipe estão sob a pressão de várias ameaças, tais como a construção de infraestruturas, o abate indiscriminado de árvores, o abate seletivo de espécies relevantes para a produção de carvão, a procura de terras para a agricultura, etc.   O objetivo deste projeto é evitar a perda de espécies e habitats importantes a nível planetário, através do que se propõe como uma solução a longo prazo, fundamentada na   salvaguarda da biodiversidade terrestre e os serviços ecossistémicos, através de três linhas de intervenção, a saber:

  1. O reforço das capacidades e estruturas nacionais de gestão da biodiversidade e dos recursos naturais, incluindo melhorias na gestão e o financiamento dos parques naturais (Áreas Protegidas) e das zonas tampão
  2. O planeamento integrado do uso da terra e da aplicação da lei ambiental, e
  3. A sustentabilidade da produção de carvão vegetal.

A reunião de aprovação do projeto se realizou através da plataforma zoom, e contou com a  participação de cerca de 40 pessoas das mais variadas instituições ligadas aos objetivos do mesmo, nomeadamente, a Direção Geral do Ambiente, a Direção das Florestas e da Biodiversidade, o Governo Regional, associações ligadas ao turismo, ONG nacionais e internacionais e o sector privado.  Foram amplamente discutidos os resultados e atividades previstos e se procedeu a aprovar o projeto, o que permitirá ao PNUD sob autorização do GEF, principal financiador, dar início brevemente às atividades.

Através das várias intervenções previstas o projeto irá beneficiar a variados grupos alvo, principalmente o sector do turismo através do aumento dos serviços de natureza disponíveis,  as comunidades de baixo rendimento e vulneráveis que vivem de uma utilização insustentável dos recursos, especialmente, os produtores informais de carvão vegetal, os habitantes da Região Autónoma do Príncipe e da Ilha de São Tomé com a produção de carvão vegetal mais sustentável e mais saudável à base de coco e os funcionários públicos que vão beneficiar de formação técnica e de experiência no local de trabalho.

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD São Tomé e Príncipe 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue