Foto: Edlena Barros

No âmbito da quinzena da cidadania organizada pela Federação das Organizações da Sociedade Civil, FONG, a Coordenadora Interna das Nações Unidas, Katarzyna Wawiernia, participou na conferência: Cooperação em tempos de pandemia, mais participação, mais desenvolvimento. O Painel de discussão moderado pelo Professor Universitário, Ayres Bruzaca, colocou na mesa, além da coordenadora das Nações Unidas, a Terceira secretária do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades, Abigail Tiny, o Adido da Cooperação Portuguesa, António Machado e o secretário-geral da FONG, Eduardo Elba.

Na sua intervenção, a CR a.i destacou o papel importante das ONG no desenvolvimento do país e do Estado Democrático.

“As organizações da sociedade civil são independentes do Estado, e pela sua essência, são grupos de cidadãos, que com interesses ou causas comuns se associam. Independentemente da organização e seus objetivos específicos, a sociedade civil, deve monitorar a governação. Isto não significa que tenha de criticar e opor-se sempre às instituições públicas.  Na verdade se a sociedade civil cumprir esse papel está a contribuir para uma Estado a todos os níveis mais responsável, reativo, inclusivo, e eficaz - e por conseguinte mais legítimo.  Uma sociedade civil robusta reforça o respeito dos cidadãos pelo Estado e promove maior participação dos cidadãos na governação. Resolver problemas quer da comunidade mais perto de nós, quer do país, ou transnacionais como o ambiente, por exemplo – a nossa ilha do Príncipe, património mundial da Biodiversidade, precisa não só da protecção aqui em São Tomé e Príncipe, mas também nos países vizinhos e na protecção mundial dos oceanos.”

 

Leia aqui a intervenção completa da RC ai.

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD São Tomé e Príncipe 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue